Bbabo NET

Cultura & Arte Notícias

Romances da Ásia, Europa e América do Sul disputam o Prêmio Booker

Romances que retratam pessoas lutando contra as forças da natureza, da história ou da economia em cenários que vão da Argentina rural à Alemanha Oriental comunista estão entre os seis finalistas anunciados terça-feira para o Prêmio Booker Internacional de ficção traduzida.

A lista de finalistas para o prêmio de 50 mil libras (US$ 63 mil) inclui “Not a River”, da escritora argentina Selva Almada, uma história de pesca com tendências preocupantes; “Kairos”, da autora alemã Jenny Erpenbeck, uma história de amor condenada ambientada nos anos finais da existência da Alemanha Oriental; e a história do escritor brasileiro Itamar Vieira Junior sobre agricultores de subsistência, “Arado Torto”.

As relações humanas estão no centro de “Os Detalhes”, de Ia Genberg, da Suécia, do épico intergeracional “Mater 2-10”, do escritor coreano Hwang Sok-yong, e da saga entre irmãos “What I'd Rather Not Think About”, do romancista holandês Jente Posthuma.

“Estes livros carregam o peso do passado e, ao mesmo tempo, abordam as realidades atuais de racismo e opressão, violência global e desastre ecológico”, disse a emissora Eleanor Wachtel, que preside o painel de jurados.

O vencedor será anunciado em 21 de maio em cerimônia em Londres.

O International Booker Prize é concedido todos os anos a um livro de ficção em qualquer idioma traduzido para o inglês e publicado no Reino Unido ou na Irlanda. É administrado juntamente com o Prêmio Booker de ficção em língua inglesa.

Romances da Ásia, Europa e América do Sul disputam o Prêmio Booker