Bbabo NET

Cultura & Arte Notícias

Warner Bros apresenta novos filmes no CinemaCon

não está descansando sobre os louros da “Barbie”: o estúdio de 100 anos também tem como objetivo quebrar o recorde de 2024, com uma lista de lançamentos que inclui um novo filme de Mad Max, “Furiosa”, dois de Kevin Costner. -parte épico de faroeste, “Horizon: An American Saga”, a sequência de “Beetlejuice”, e “Joker: Folie à Deux”, que traz Lady Gaga a Gotham City.

O estúdio foi inaugurado na noite de 9 de abril para deslumbrar os proprietários de cinemas que estão reunidos esta semana em Las Vegas para a convenção e feira comercial anual CinemaCon. Eles vieram armados com estrelas, incluindo Kevin Costner, Michael Keaton, Robert Pattinson, Anya Taylor-Joy e Chris Hemsworth, bem como filmagens e trailers para mostrar.

O diretor de “Joker”, Todd Phillips, mostrou ao público um trailer de “Joker: Folie à Deux”, que será lançado em 4 de outubro, que traz Joaquin Phoenix de volta como o violento e doente mental Arthur Fleck e apresenta a Harley Quinn de Gaga. Phillips agradeceu aos expositores presentes por ajudarem o primeiro filme a se tornar um sucesso tão grande.

Respondendo aos rumores de que a sequência seria um musical, Phillips disse que não se referiu a ela como tal.

“É um filme onde a música é um elemento essencial”, disse Phillips. “Para mim, isso não está muito longe do primeiro filme.”

Antes de sua estreia mundial no Festival de Cinema de Cannes no mês que vem e do lançamento nos cinemas em 24 de maio, o diretor de “Furiosa”, George Miller, estrelado por Taylor-Joy e Hemsworth, falou um pouco sobre a prequela e mostrou algumas novas cenas explosivas.

“Acabamos de terminar na semana passada”, disse o cineasta de 79 anos, cujo primeiro filme Mad Max foi lançado há 45 anos.

Este novo filme é focado na jovem Furiosa, interpretada por Charlize Theron em “Mad Max: Fury Road”, o sucesso de bilheteria de 2015 que arrecadou mais de US$ 300 milhões de bilheteria e ganhou quatro Oscars.

O público ficou especialmente animado ao ouvir Kevin Costner, que estará de volta aos cinemas neste verão com um faroeste em duas partes, “Horizon: An American Saga”, que ele dirigiu, co-escreveu e estrela, Costner queria analisar a ideia da promessa da América.

“Era a promessa de que se você pudesse vir para o oeste, se conseguisse sobreviver, poderia construir um lar às custas de muitas coisas”, disse Costner. “Para mim, isso é drama.”

O filme está tendo um lançamento pouco convencional, com “Parte 1” chegando aos cinemas em 28 de junho, seguida pela “Parte 2” em 16 de agosto. O conjunto inclui Sienna Miller, Sam Worthington, Danny Huston e Jamie Campbell Bower, de “Stranger Things”.

“Horizon: An American Saga” também estreará em Cannes no próximo mês.

Tim Burton também estava presente para divulgar “Beetlejuice Beetlejuice”, a sequência de seu sucesso de 1988, que traz de volta Keaton, Winona Ryder e Catherine O'Hara para reprisar seus papéis e apresenta novos personagens interpretados por Jenna Ortega, Monica Bellucci, Willem Dafoe e Justin Theroux. Ele estreia nos cinemas em 5 de setembro.

Burton disse que sempre se relacionou com Lydia Deetz e queria saber o que aconteceu com as mulheres Deetz ao longo dos anos e estava feliz que Ryder, O’Hara e Keaton também estivessem a bordo.

“Foi como uma estranha reunião de família”, disse Burton.

O diretor vencedor do Oscar Bong Joon-ho mostrou o trailer de seu novo filme, “Mickey 17”, estrelado por Robert Pattinson, que estará nos cinemas em janeiro de 2025.

“É sobre um homem simples que acaba salvando o mundo”, disse o diretor de “Parasita” por meio de um tradutor. “É um tipo muito estranho de jornada de herói.”

também está trabalhando para reiniciar seu universo de super-heróis da DC, sob a supervisão de Peter Safran e James Gunn, que atualmente está filmando o novo “Superman” em Atlanta para lançamento no verão de 2025. Antes disso, o estúdio está lançando um documentário sobre o primeiro Superman cinematográfico, Christopher Reeve, que adquiriu no Sundance. “Super/Man: A História de Christopher Reeve” chegará aos cinemas em setembro.

Três anos depois que os ex-líderes do estúdio tomaram a decisão de lançar todos os seus filmes nos cinemas e em seu serviço de streaming, a Warner Bros. se restabeleceu como uma parte vital do ecossistema do cinema.

Em dezembro, eles tomaram a decisão pouco convencional de lançar três grandes filmes em pouco tempo: “Wonka”, “Aquaman e o Reino Perdido” e “A Cor Púrpura”. Isso foi feito em acordo com os donos dos cinemas que afirmaram que precisavam de mais filmes.

Esses filmes, disse o presidente de distribuição doméstica, Jeff Goldstein, arrecadaram cumulativamente mais de US$ 1 bilhão em todo o mundo, e o estúdio foi responsável por aproximadamente 50% das bilheterias no Natal.

Warner Bros apresenta novos filmes no CinemaCon