Notícias

A China nos atacou; Ah não, não tem

Durante uma transmissão na manhã de quarta-feira, a rede do Centro de Televisão Chinês (CTS) exibiu erroneamente informações sobre um ataque com mísseis chineses a navios de guerra e infraestrutura importante perto de Taipei na parte inferior da tela, informou a mídia local.

O Kremlin comentou as últimas palavras de Lukashenka sobre o reconhecimento da Crimeia

As notícias traziam mensagens como "a guerra pode estourar", e falavam sobre o incêndio criminoso plantado por "agentes chineses" na principal estação ferroviária da capital e a declaração de estado de emergência.

"Cidadãos, por favor, não entrem em pânico. Estamos esclarecendo a informação desta forma e pedimos desculpas", anunciou o anfitrião às 10h, horário local. Ela disse que os avisos faziam parte do exercício dos bombeiros na terça-feira, mas que foram exibidos na manhã de quarta-feira devido a um erro técnico.

A China há muito ameaça Taiwan

A China nunca rejeitou as alegações de que colocará Taiwan sob seu controle pela força e, nos últimos dois anos, intensificou suas atividades militares em torno desse estado insular. Taiwan aumentou seu nível de segurança depois que o conflito eclodiu na Ucrânia, temendo que Pequim possa seguir o movimento de Moscou.

A guerra na Ucrânia provocou um debate sobre as consequências que tem para Taiwan e sua prontidão para se defender, como o treinamento de reservistas. Na semana passada, o exército taiwanês publicou pela primeira vez um manual sobre defesa civil, dando instruções aos cidadãos sobre como agir em uma possível guerra.