Esporte Notícias

Passageiro espancado por Mike Tyson pode punir ex-campeão mundial

O passageiro do avião, que foi espancado pelo ex-campeão mundial dos pesos pesados ​​Mike Tyson, contratou um advogado para uma possível ação legal, relata a R-Sport citando o TMZ.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Rússia invade a Ucrânia

O conflito ocorreu no avião: Tyson deveria voar de São Francisco para a Flórida e, antes do voo, decidiu tirar uma foto com outros passageiros. A vítima primeiro tirou uma foto com um americano de 55 anos e depois tentou conversar com ele, sentado atrás das costas.

“Obviamente, um dos maiores boxeadores de todos os tempos teve que se controlar antes de usar os punhos em seu fã excessivamente animado”, disse o advogado Matt Morgan à publicação.

Houve detalhes inesperados sobre o homem espancado por Tyson

Acrescentamos que Tyson primeiro pediu ao jovem que parasse e, quando isso não aconteceu, ele o atingiu várias vezes no rosto e saiu do avião. Segundo uma fonte próxima ao atleta, a vítima estava bêbada e provocou Tyson.

Segundo o advogado, seu cliente é um grande fã de Tyson. No início, a comunicação deles foi calorosa, mas em algum momento o ex-boxeador não gostou do comportamento do torcedor, após o que começou a espancá-lo. O advogado observou que essa situação poderia ter sido evitada simplesmente entrando em contato comissária de bordo.

O nome da vítima é Melvin Townsend, 36, de acordo com o TMZ. Ele já cumpriu pena duas vezes por fraude, furto, roubo, posse de substâncias proibidas e tráfico de bens roubados. Ele inicialmente se recusou a apresentar queixa contra Tyson.

Chefe do UFC fez apelo após briga de Mike Tyson com passageiro no avião